Naviraí, Segunda   19 de Novembro de 2018

12/09/2018


Pesquisa Eleitoral Mato Grosso do Sul 2018

Na pesquisa para governador do Mato Grosso do Sul o candidato Reinaldo Azambuja ficou com 35,33% das intenções de voto e Odilon Oliveira ficou com 27,58%.

Governador - Instituto Ranking (setembro/2018)

 

Candidato Intenções de Voto
Reinaldo Azambuja (PSDB) 35,33%
Odilon Oliveira (PDT) 27,58%
Junior Mochi (MDB) 5,25%
Humberto Amaducci (PT) 3,50%
João Alfredo (PSOL) 3,08%
Marcelo Bluma (PV) 2,33%
Branco/nulo/indeciso 22,93%

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea Reinaldo Azambuja tem 20,75% das intenções de voto e Odilon Oliveira tem 15,50%.

Humberto Amaducci ficou com 1,66%, Junior Mochi com 1,41% e Marcelo Bluma com 0,91%. João Alfredo ficou com 0,83% e André Puccinelli, que não concorre, foi citado por 0,25%. 

58,69% dos eleitores está indeciso ou votaria nulo ou em branco.

Rejeição

Reinaldo Azambuja foi rejeitado por 17,75%, Odilon Oliveira por 11,66% e Junior Mochi por 10,25%.

Marcelo Bluma teve 7,66% de rejeição, Humberto Amaducci teve 6,58% e João Alfredo teve 6,50%.

39,60% dos eleitores entrevistados disse que está indeciso ou que votaria nulo ou em branco.

Dados da pesquisa

Pesquisa realizada entre os dias 29 de agosto e 03 de setembro. Foram entrevistados 1200 eleitores e a margem de erro é de até 2,83 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa feita pelo Instituto Ranking, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número MS-00320/2018.

Governador - Ibope (agosto/2018)

Na pesquisa estimulada da intenção de voto para governador do Mato Grosso do Sul o candidato Reinaldo Azambuja ficou com 39% e Juiz Odilon com 24%.

Candidato Intenções de Voto
Reinaldo Azambuja (PSDB) 39%
Juiz Odilon (PDT) 24%
Junior Mochi (MDB) 3%
Humberto Amaducci (PT) 2%
João Alfredo (PSOL) 2%
Marcelo Bluma (PV) 2%
Branco/nulo 17%
Não sabe/não respondeu 11%

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea Reinaldo Azambuja tem 15% e Juiz Odilon tem 10%.

Humberto Amaducci, Junior Mochi e Marcelo Bluma têm 0%, João Alfredo não foi citado e outros nomes foram citados por 4% dos eleitores.

Votos nulos e brancos seriam 15% e eleitores indecisos seriam 55%.

Rejeição

Reinaldo Azambuja foi rejeitado por 26% dos eleitores e Marcelo Bluma 19%.

João Alfredo, Juiz Odilon e Junior Mochi foram rejeitados por 15% e Humberto Amaducci por 14%.

6% dos entrevistados disse que poderia votar em todos os candidatos e 27% não respondeu.

Senador - Ibope (agosto/2018)

Na pesquisa para as duas vagas de senador Nelsinho Trad ficou com 34% das intenções de voto e Zeca do PT ficou com 29%.

Candidato Intenções de Voto
Nelsinho Trad (PDT) 34%
Zeca do PT (PT) 29%
Moka (MDB) 20%
Promotor Sérgio Harfouche (PSC) 8%
Pedro Chaves (PRB) 7%
Soraya Thronicke (PSL) 6%
Mário Fonseca (PCdoB) 4%
Beto Figueiró (PODE) 3%
Marcelo Miglioli (PSDB) 3%
Thiago Freitas (PPL) 3%
Betini (PMB) 2%
Anisio Guató (PSOL) 1%
César Nocolatti (PTC) 1%
Branco/nulo - vaga 1 20%
Branco/nulo - vaga 2 26%
Não sabe/não respondeu 34%

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea Nelsinho Trad tem 4% e Zeca do PT tem 3%.

Moka tem 2% e Marcelo Miglioli, Pedro Chaves e Promotor Sérgio Harfouche têm 1%. Anisio Guató, Betini, César Nocolatti, Mário Fonseca, Soraya Thronicke e Thiago Freitas ficaram com 0%. 

Beto Figueiró e Gilmar da Cruz não foram citados e outros nomes foram citados por 3% dos eleitores.

Votos nulos e brancos seriam 17% e eleitores indecisos seriam 77%.

Presidente - Ibope (agosto/2018)

Na pesquisa da intenção de voto para presidente em Mato Grosso do Sul, Lula ficou com 31% e Jair Bolsonaro com 22%.

Candidato Intenções de Voto
Lula (PT) 31%
Jair Bolsonaro (PSL) 22%
Marina Silva (REDE) 8%
Geraldo Alckmin (PSDB) 7%
Ciro Gomes (PDT) 5%
Alvaro Dias (PODE) 3%
João Amoêdo (NOVO) 2%
João Goulart Filho (PPL) 1%
Cabo Daciolo (PATRI) 0%
Eymael (DC) 0%
Guilherme Boulos (PSOL) 0%
Henrique Meirelles (MDB) 0%
Vera (PSTU) 0%
Branco/nulo 12%
Não sabe/não respondeu 8%

Fernando Haddad no lugar de Lula

Nesta situação Jair Bolsonaro tem 26% e Marina Silva tem 14%.

Geraldo Alckmin tem 9%, Ciro Gomes tem 8%, Alvaro Dias tem 4%, Fernando Haddad tem 3% e João Amoêdo tem 2%.

Cabo Daciolo, Vera e João Goulart Filho ficaram com 1% e Eymael, Guilherme Boulos e Henrique Meirelles ficaram com 0%.

Votos nulos e brancos seriam 19% e eleitores indecisos seriam 11%.

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea Lula tem 23% e Jair Bolsonaro tem 19%.

Geraldo Alckmin e Marina Silva têm 3%, Ciro Gomes tem 2% e Alvaro Dias e João Amoêdo têm 1%. Cabo Daciolo e Fernando Haddad ficaram com 0%.

Eymael, Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, João Goulart Filho e Vera não foram citados e outros nomes foram citados por 1% dos eleitores.

Votos nulos e brancos somariam 15% e eleitores indecisos seriam 32%.

Dados da pesquisa

Pesquisa realizada entre os dias 21 e 23 de agosto. Foram entrevistados 812 eleitores e a margem de erro é de até 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa feita pelo Ibope, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número MS-06269/2018.

Governador - Instituto Digitop (julho/2018)

A pesquisa para governador do Mato Grosso do Sul apontou Odilon de Oliveira com 21% das intenções de voto, seguido por André Puccinelli com 19%.

Candidato Intenções de Voto
Odilon de Oliveira (PDT) 21%
André Puccinelli (MDB) 19%
Reinaldo Azambuja (PSDB) 18%
Suel Ferranti (PSTU) 0,8%
Humberto Amaducci (PT) 0,7%
Adailton Garcia (PRTB) 0,3%
Branco/nulo 17%
Indecisos 23,2%

Rejeição

A pesquisa também revelou os nomes dos três candidatos mais rejeitados pelos eleitores no momento. 

André Puccinelli foi rejeitado por 21%, Odilon de Oliveira por 16% e Reinaldo Azambuja por 13%.

Senador - Instituto Digitop (julho/2018)

Para as duas vagas que serão preenchidas no Senado Federal o Instituto fez pesquisas separadas para cada vaga.

Primeira vaga

Nelsinho Trad Filho ficou com 28% das intenções de voto e Zeca do PT ficou com 15%.

Candidato Intenções de Voto
Nelsinho Trad Filho (PDT) 28%
Zeca do PT (PT) 15%
Waldemir Moka (MDB) 14%
Pedro Chaves (PRB) 4%
Chico Maia (PODE) 2%
Sérgio Harfouche (PSC) 2%
Marcelo Miglioli (PSDB) 1%
Branco/nulo/nenhum 11%
Não sabe/não respondeu 23%

Segunda vaga

Para a segunda vaga Nelsinho Trad Filho ficou com 16% e Waldemir Moka com 9%.

Candidato Intenções de Voto
Nelsinho Trad Filho (PDT) 16%
Waldemir Moka (MDB) 9%
Zeca do PT (PT) 7%
Sérgio Harfouche (PSC) 3%
Pedro Chaves (PRB) 2%
Chico Maia (PODE) 1%
Marcelo Miglioli (PSDB) 1%
Branco/nulo/nenhum 25%
Não sabe/não respondeu 36%

Rejeição

Na pesquisa da rejeição aos candidatos ao Senado Federal, Zeca do PT foi o mais rejeitado com 33%, seguido por Nelsinho Trad Filho com 9% e Waldemir Moka com 7%. 

Chico Maia foi rejeitado por 4% e Pedro Chaves por 3%. Sérgio Harfouche e Marcelo Miglioli foram os menos rejeitados, com 1% cada um.

42% dos entrevistados não respondeu à pergunta.

Dados da pesquisa

A pesquisa foi feita entre os dias 17 e 21 de julho de 2018. Foram entrevistados 600 eleitores em Campo Grande. A margem de erro é de até 4 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pelo Instituto Digitop, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00798/2018.

Governador - Instituto Ranking (julho/2018)

A pesquisa estimulada para governador do Mato Grosso do Sul mostrou André Puccinellicom 27,17% das intenções de voto, seguido por Reinaldo Azambuja com 26,08%.

Candidato Intenções de Voto
André Puccinelli (MDB) 27,17%
Reinaldo Azambuja (PSDB 26,08%
Odilon de Oliveira (PDT) 24,58%
Coronel David (PSC) 2,50%
Humberto Amaducci (PT) 0,83%
João Alfredo (PSOL) 0,75%
Não sabe/não respondeu 18,09%

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea André Puccinelli foi citado por 15,25% dos entrevistados, Reinaldo Azambuja por 13,50% e Odilon de Oliveira por 11,17%. 

Coronel David foi citado por 1,33%, Humberto Amaducci por 0,42% e João Alfredo por 0,25%.

58,08% dos entrevistados não soube citar o nome de um candidato.

Rejeição

Na pesquisa da rejeição aos candidatos a governador André Puccinelli foi o mais rejeitado por 23,83% dos entrevistados, Reinaldo Azambuja por 17,05% e Odilon de Oliveira por 7,75%.

Coronel David foi rejeitado por 5,67%, Humberto Amaducci por 3,25% e João Alfredo por 3,17%.

38,83% dos eleitores não soube responder.

Senador - Instituto Ranking (julho/2018)

Para as duas vagas ao Senado Federal o Instituto fez pesquisas estimuladas em separado.

Primeira vaga

Para a primeira vaga Nelsinho Trad Filho ficou com 27,75% e Zeca do PT ficou com 14,50%.

Candidato Intenções de Voto
Nelsinho Trad Filho (PDT) 27,75%
Zeca do PT (PT) 14,50%
Waldemir Moka (MDB) 6,17%
Pedro Chaves (PRB) 3,91%
Dorival Betini (PR) 3,33%
Sérgio Harfouche (PSC) 3,25%
Chico Maia (PODE) 3,08%
Marcelo Miglioli (PSDB) 1,75%
Não sabe/não respondeu 36,26%

Segunda vaga

Na pesquisa para a segunda vaga Nelsinho Trad Filho ficou com 8,25% e Zeca do PTficou com 7,83%.

Candidato Intenções de Voto
Nelsinho Trad Filho (PDT) 8,25%
Zeca do PT (PT) 7,83%
Waldemir Moka (MDB) 5,83%
Pedro Chaves (PRB) 3,41%
Sérgio Harfouche (PSC) 3,33%
Dorival Betini (PR) 2,83%
Chico Maia (PODE) 2,67%
Marcelo Miglioli (PSDB) 2,17%
Não sabe/não respondeu 63,68%

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea para senador Nelsinho Trad Filho tem 13,00% das intenções de voto, Zeca do PT tem 6,33% e Waldemir Moka tem 4,83%.

Delcídio do Amaral tem 4,25%, Pedro Chaves tem 1,58% e Dorival Betini tem 1,50%. Chico Maia tem 1,25%, Sérgio Harfouche tem 1,08% e Marcelo Miglioli tem 0,83%.

65,35% dos entrevistados não sabe ou não respondeu.

Rejeição

Na pesquisa sobre a rejeição aos candidatos ao Senado, Zeca do PT foi o mais rejeitado com 23,08% e Nelsinho Trad Filho ficou com 9,00%.

Waldemir Moka foi rejeitado por 2,83%, Marcelo Miglioli e Pedro Chaves por 1,83%, Chico Maia por 1,75%, Sérgio Harfouche por 0,91% e Dorival Betini por 0,66%.

58,11% dos eleitores não respondeu.

Dados da pesquisa

A pesquisa foi feita entre os dias 14 a 19 de julho de 2018. Foram entrevistados 1200 eleitores em 30 cidades. A margem de erro é de até 2,8 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pelo Instituto Ranking, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-02443/2018.

Governador - Ipems (julho/2018)

A pesquisa para governador do Mato Grosso do Sul apontou Odilon de Oliveira com 30,74% das intenções de voto, seguido por André Puccinelli com 29,39%.

Candidato Intenções de Voto
Odilon de Oliveira (PDT) 30,74%
André Puccinelli (MDB) 29,39%
Reinaldo Azambuja (PSDB) 25,77%
Humberto Amaducci (PT) 1,47%
João Alfredo (PSOL) 1,24%
Branco/nulo 11,39%

Dados da pesquisa

A pesquisa foi feita entre os dias 09 e 11 de julho de 2018. Foram entrevistados 400 eleitores e a margem de erro considerada é de até 4,9 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pelo Ipems, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o protocolo MS-04673/2018.

Governador - Instituto Ranking (junho/2018)

A pesquisa estimulada para o cargo de governador do Mato Grosso do Sul apontou Juiz Odilon com 28,08% das intenções de voto, seguido por André Puccinelli com 23,41%.

Candidato Intenções de Voto
Juiz Odilon (PDT) 28,08%
André Puccinelli (MDB) 23,41%
Reinaldo Azambuja (PSDB) 22,33%
Coronel David (PSC) 4,16%
Murilo Zauith (PSB) 2,91%
Humberto Amaducci (PT) 1,58%
Meire Xavier (PSDC) 0,91%
João Alfredo (PSOL) 0,50%
Não sabe/não respondeu 16,12%

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea Juiz Odilon tem 13,33%, André Puccinelli tem 10,58% e Reinaldo Azambuja tem 10,08%.

Coronel David e Murilo Zauith foram citados por 1,58% dos eleitores, João Alfredo por 0,25% e Meire Xavier por 0,08%.

65,52% dos eleitores não sabe em quem votar ou não respondeu.

Rejeição

Na pesquisa do índice de rejeição dos candidatos André Puccinelli aparece como mais rejeitado por 28,58% dos eleitores, seguido por Reinaldo Azambuja por 17,16% e Juiz Odilon por 5,08%.

Coronel David é rejeitado por 3,41%, Humberto Amaducci por 3,33%, Murilo Zauith por 2,83%, João Alfredo por 2,66% e Meire Xavier por 1,58%.

35,37% dos eleitores não sabem ou não responderam.

Senador - Instituto Ranking (junho/2018)

Para as duas vagas de senador o Instituto fez uma pesquisa para cada vaga.

Primeira vaga

Para a primeira vaga Nelsinho Trad Filho ficou com 21,58% e Zeca do PT ficou com 17,6%.

Candidato Intenções de Voto
Nelsinho Trad Filho (PDT) 21,58%
Zeca do PT (PT) 17,16%
Waldemir Moka (MDB) 6%
Sérgio Harfouche (PSC) 3,41%
Pedro Chaves (PRB) 3%
Chico Maia (PODE) 1,66%
Marcelo Miglioli (PSDB) 1,66%
Dorival Betini (PR) 0,58%
Não sabe/não respondeu 44,95%

Segunda vaga

Na pesquisa para a segunda vaga Nelsinho Trad Filho ficou com 14,83% e Zeca do PTficou com 5,83%.

Candidato Intenções de Voto
Nelsinho Trad Filho (PDT) 14,83%
Zeca do PT (PT) 5,83%
Waldemir Moka (MDB) 5,58%
Pedro Chaves (PRB) 3,83%
Chico Maia (PODE) 2,66%
Marcelo Miglioli (PSDB) 2,16%
Dorival Betini (PR) 1,91%
Sérgio Harfouche (PSC) 1,33%
Não sabe/não respondeu 61,87%

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea para o cargo de senador Nelsinho Trad Filho tem 8,08% das intenções de voto, Zeca do PT tem 6,91% e Waldemir Moka tem 3,16%.

Pedro Chaves e Sérgio Harfouche tem 1,08%, Chico Maia tem 0,66%, Marcelo Miglioli tem 0,58% e Dorival Betini tem 0,25%. Outros candidatos foram citados por 0,58% dos eleitores.

77,62% dos entrevistados não sabe ou não respondeu.

Dados da pesquisa

A pesquisa foi feita entre os dias 30 de maio e 05 de junho de 2018. Foram ouvidas 1200 pessoas em 30 cidades. A margem de erro é de 2,8 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pelo Instituto Ranking, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-02574/2018.

Fonte: www.eleicoes2018.com

<